Home / Economia / Trabalhadores dos Correios paralisam atividades e aguardam julgamento do TST sobre mudanças no plano de saúde da empresa

Trabalhadores dos Correios paralisam atividades e aguardam julgamento do TST sobre mudanças no plano de saúde da empresa

 

Os funcionários dos Correios entraram em greve por período indeterminado a partir desta segunda-feira (12). De acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), os trabalhadores são contra mudanças no plano de saúde da empresa, que preveem o pagamento das mensalidades pelos funcionários e a retirada de dependentes dos contratos. “Além disso, o benefício poderá ser reajustado conforme a idade, chegando a mensalidades acima de R$ 900″, informou a Fentect, em nota, ressaltando que o salário médio dos trabalhadores dos Correios é de R$ 1,6 mil, “o pior salário entre empresas públicas e estatais”.

O início da greve coincide com o julgamento sobre o plano de saúde dos trabalhadores no Tribunal Superior do Trabalho (TST), também marcado para amanhã, referente à última negociação salarial.

Segundo a Fentect, a mobilização nacional da categoria foi aprovada em assembleias dos sindicatos. Entre outras reivindicações, os trabalhadores são contra as alterações no Plano de Cargos, Carreiras e Salários; a terceirização na área de tratamento; a privatização da estatal; a suspensão das férias dos trabalhadores; a extinção do diferencial de mercado e a redução do salário da área administrativa.

Leia também

SAT de Louveira realiza dia 6 de julho processo seletivo com 50 vagas para porteiro e auxiliar de limpeza

Interessados devem levar currículo e documentos pessoais à Rua Antonio Chicalhone, 303, na data da …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com