Home / Destaque / Trabalho não para no Viaduto da Ponte Seca e na Vila Real em Várzea Paulista

Trabalho não para no Viaduto da Ponte Seca e na Vila Real em Várzea Paulista

Construção da nova ligação, em sua fase final, está na concretagem das lajes, e Vila Real tem ações quase finalizadas

 

As ações na construção do Complexo Viário da Ponte Seca prosseguem, em seu último estágio, com a concretagem das lajes do Viaduto e outros serviços; a Vila Real tem seus trabalhos de reurbanização praticamente acabados. A ideia é que as duas realizações sejam concluídas o mais rápido possível, para melhorar a infraestrutura e a mobilidade da cidade, sobretudo entre as Regiões Norte e Leste.

No Viaduto da Ponte Seca, também se destaca a confecção recente da armadura que será concretada para formar as proteções laterais da ligação. Ainda nesta semana, se o tempo permitir, será feito o aterro para que a Rua Manoel Dias Ruivo fique no mesmo nível do Viaduto e, assim, possa receber a pavimentação em breve.

Também estão previstas: pavimentação sobre a laje; colocação de defensas; aterro (para deixar a via à altura do Viaduto) e pavimentação do trecho de terra da Rua Manoel Dias Ruivo; e iluminação do Viaduto.

Na Vila Real, os trabalhos estão praticamente concluídos e restam apenas detalhes. Uma das últimas etapas feitas foi a construção do trevo entre a Rua Ilha Bela e a Avenida Marginal do Rio Jundiaí. O novo trajeto permite aos condutores, por meio da terceira faixa da Marginal, que se inicia no trevo e tem o sentido Campo Limpo Paulista, acessar a pequena ponte, a cerca de 120 metros, e acessar o outro lado da Avenida, seguramente, sem precisar dirigir na contramão. O tempo para acessar corretamente o outro sentido cai de 10 minutos – necessário para ir ao Viaduto dos Emancipadores e voltar – para menos de 1 minuto (a 60 km/h – velocidade permitida) e a distância diminui de 6 km para 120 metros. “Dentro de nosso plano de mobilidade urbana, Novos Caminhos, nada é por acaso. Com esse trevo, em breve, os motoristas poderão sair da Vila Real e acessar o Viaduto da Ponte Seca, cuja construção está em seu estágio final. Estamos viabilizando a tão sonhada ligação as Regiões Norte e Leste. Hoje, a única ligação entre elas é o Viaduto dos Emancipadores”, projeta o prefeito Juvenal Rossi.

 

Sobre o novo Viaduto

A construção consiste em uma passagem superior à linha férrea, para ligar o bairro Ponte Seca à Avenida Duque de Caxias, no trecho próximo ao Jardim Promeca. A via alternativa permitirá acessar bairros das Zonas Norte e Leste do município e desafogar o Viaduto dos Emancipadores, sobrecarregado em certos horários.

A obra é fruto de um convênio com a Casa Civil do Governo do Estado de São Paulo (antiga Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Regional).

 

Vila Real reurbanizada

O trevo faz parte de um amplo pacote de trabalhos no bairro iniciado em março de 2017, que incluiu, entre outras ações, a canalização parcial do córrego da Rua Ilha Bela, responsável pelo aumento considerável da vazão e a diminuição do risco de enchentes; 12 escadas hidráulicas; e quatro muros de arrimo. A reurbanização é fruto de um contrato do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento), celebrado pelo Governo Federal com a Prefeitura.

 

Leia também

Idosos com prazo para segunda dose contra Covid-19 devem esperar antes de tomar vacina contra Influenza

Idosos que receberam a primeira dose de vacina AstraZeneca contra a Covid-19 entre os dias …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com