Home / Brasil / Tragédia de Brumadinho completa três meses; 40 pessoas ainda estão desaparecidas

Tragédia de Brumadinho completa três meses; 40 pessoas ainda estão desaparecidas

Nesta quinta-feira (25), completam- se 90 dias de uma das grandes tragédias ambientais que o Brasil já vivenciou. A barragem da Vale em Brumadinho- MG  se rompeu em 25 de janeiro e matou 232 pessoas, em números atualizados dessa semana. Mesmo com as buscas do corpo de bombeiros, 40 pessoas ainda não foram encontradas. Contrastando com a cruel realidade da dor das famílias que perderam seus entes queridos, existem as tratativas judiciais e extrajudiciais estão em curso para assegurar direitos aos atingidos e impedir novas tragédias e a investigação criminal busca identificar responsáveis. Ninguém, no entanto, está preso.

Atualmente, atingidos de cidades localizadas ao Rio Paraopeba vêm recebendo da Vale um pagamento mensal emergencial. O repasse é de um salário mínimo por adulto, meio salário mínimo por adolescente e um quarto de salário mínimo por criança. Estes valores não serão deduzidos das indenizações individuais.

A Vale realizou uma doação de R$ 100 mil para as famílias de cada morto, R$ 50 mil para quem morava na área alagada e R$ 15 mil para quem desenvolvia atividade produtiva ou comercial nas regiões afetadas. Um acordo celebrado com a prefeitura de Brumadinho também deniu um aporte de R$ 2,6 milhões ao município. O poder público municipal espera uma queda na arrecadação, uma vez que a paralisação das estruturas da Vale reduzirá o recolhimento de tributos relacionados à atividade minerária.

A discussão em torno das indenizações vem ocupando diversas esferas. Na Justiça do trabalho, após atingidos recusarem uma proposta da Vale, ações foram movidas tanto pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) e como um grupo de sindicatos que representam os trabalhadores atingidos na tragédia. Nos dois casos, são pleiteadas indenizações que podem chegar a R$10 milhões para as famílias de cada morto, além de valores menores para os empregados sobreviventes.

Leia também

Casos de covid-19 crescem 3% e mortes caem 11% no Brasil

Os novos casos de covid-19 continuam aumentando, dentro da margem de estabilidade. É o que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com