Home / Destaque / Travesti confessa à polícia que empurrou idoso de barranco após discussão

Travesti confessa à polícia que empurrou idoso de barranco após discussão

A travesti indiciada pela morte do idoso Ulisses Rodrigues, de 77 anos, depois de ser agredido no bairro Vila Tupi, em Várzea Paulista (SP), afirmou à polícia que “estava alterada” quando agrediu e empurrou o idoso de um barranco de 5 metros. A investigação foi finalizada nesta terça-feira (3).

O caso foi registrado no dia 29 de dezembro, na região de um campo de futebol, onde houve uma discussão entre a travesti e a vítima, que sofreu traumatismo craniano, segundo os laudos, e morreu no hospital.

Durante o interrogatório, a investigada confessou o crime e disse que empurrou a vítima depois de um desentendimento. O idoso usava bengala e tinha limitações, segundo a polícia.

Outras pessoas que estavam pelo local e eram suspeitas apenas tentaram retirar a suspeita do local, apontou a investigação.

A polícia também colheu outras provas testemunhais e materiais na área do crime. O inquérito policial foi finalizado e encaminhado à Justiça com um pedido de prisão temporária.

A travesti foi indiciada por homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de que o crime ocorra.

(Fonte: G1)

Leia também

Campo Limpo: Após regularização do TAC, bairro do Pau Arcado recebe melhorias

O Termo de Ajuste de Conduta (TAC), firmado entre a Prefeitura de Campo Limpo Paulista e …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com