Home / Destaque / Vandalismo e invasão nas escolas preocupam as cidades
Vandalismo nas escolas

Vandalismo e invasão nas escolas preocupam as cidades

Dados do Portal da Transparência de 2018 apontam que mais de 3 mil casos de vandalismo foram registrados no primeiro semestre em escolas e creches do estado de São Paulo, o que representa que, em média, 17 instituições de ensino são atacadas diariamente.

Na região, várias cidades têm adotado medidas estremas, como a colocação de câmeras de monitoramento para tentar coibir esta prática. É o caso de Várzea Paulista e, segundo o prefeito Juvenal Rossi, a cidade tem sofrido com o vandalismo. “São muitos casos registrados mensalmente”, salientou.

De acordo com as estatísticas registradas pela Guarda Civil Municipal de Várzea Paulista, nos primeiros três meses de 2019 cinco escolas sofreram com ações de vandalismo e/ou furto e por isso, o trabalho de ronda escolar foi reforçado e o patrulhamento foi intensificado.

Em Jundiaí durante o primeiro trimestre deste ano foram registradas duas ocorrências de vandalismo em escolas públicas municipais e segundo a Unidade Gestora de Educação , este e é um assunto trabalhado no cotidiano escolar, no entanto, algumas vezes são registradas invasões para furto e roubo, diferente das questões relacionadas a invasão para depredação e vandalismo. Semana passada, em um bairro específico foi registrada a invasão da mesma escola por três vezes.

A Guarda Municipal de Jundiaí (GMJ) informa que, além do patrulhamento comunitário que realiza diariamente junto às unidades educacionais, com as equipes da Ronda Escolar – Anjos da Guarda acompanhando a entrada e saída dos alunos, corpo docente e funcionários, nos períodos matutino e vespertino, a instituição reforça a disseminação do trabalho socioeducativo que realiza, levando às crianças, jovens e adultos, as propostas do programa Educação para Não Violência.

 

Leia também

muro de residencia

Muro de residência “segura” caminhão

Um caminhão carregado não conseguiu subir a Rua Mato Grosso do Sul, na Vila Popular, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com