Home / Destaque / Várzea Paulista: UBSs criam salas de amamentação para incentivar o aleitamento materno

Várzea Paulista: UBSs criam salas de amamentação para incentivar o aleitamento materno

Unidade do Jardim Bertioga e Vila Marajó implantaram a iniciativa, que oferece um espaço exclusivo para a mãe e seu bebê
O aleitamento materno é de extrema importância para o desenvolvimento saudável do bebê e incentivar este ato é o intuito das Salas de Amamentação, que funcionam nas Unidades Básicas de Saúde do Jardim Bertioga e Vila Marajó.
De acordo com Edjane Carvalho, gerente da UBS Jardim Bertioga, o projeto começou em 2014, quando ela participou de um curso na FioCruz sobre UBS Amiga da Amamentação. “Neste momento me tornei uma multiplicadora do projeto e após conversar com a equipe da UBS, resolvemos trabalhar para implanta-lo aqui”, conta.
Com o apoio da comunidade, do projeto de voluntariado da faculdade Mackenzie e de entidades religiosas, foram arrecadadas doações e realizado um bazar. “Com a verba adquirimos uma poltrona de amamentação e itens de decoração”, conta a gerente. “A população também nos apoia muito, doando móveis e colaborando com trabalhos voluntários. Desta maneira, em agosto deste ano, inauguramos nossa Sala de Amamentação”, relata. Agora as mães e seus bebês tem um espaço exclusivo para a amamentação, troca de fraldas e cuidados em geral. “Aqui garantimos um local mais calmo e silencioso para que as mães possam amamentar e tirar dúvidas”, fala Edjane.

Primeiríssima Infância
‘O cantinho do Bebê’ foi o nome dado à sala de amamentação da UBS Marajó. A iniciativa surgiu após as capacitações do programa Primeiríssima Infância. “Fomos sensibilizados sobre a importância do incentivo a amamentação. E em parceria com a equipe e usuários da UBS e o Conselho Local de Saúde idealizamos este projeto”, explica a gerente da unidade Lilian Pacheco.

Com a verba arrecada com o artesanato produzido pelo grupo Papo Fiado, foram adquiridos os materiais para montar a sala. “Funcionários e comunidade também colaboraram com a organização do cantinho, criando um vínculo forte com o projeto”, diz. Na sala as mães tem acesso a trocador, fraldas, lecinho umedecido, torneira, pia e poltrona de amamentação.
2
Lilian fala com muito orgulho da Sala de Amamentação. “Com a correria do dia a dia, acabamos fazendo apenas o básico. E este projeto mostra que podemos fazer mais, ir além do nosso dever e pensar no bem comum. Tenho a sensação de dever cumprido”, afirma.

Não há espaço para dúvidas

Segundo Edjane, muitas mães – de primeira viagem ou não, possuem diversas dúvidas sobre a amamentação. “Muitas deixam de dar o peito, quando sentem dor ou desconforto, mas elas não sabem que há como prevenir as fissuras e até mesmo, maneiras de agir quando o problema surge”, informa. “Amamentação cria um vínculo entre mãe e filho. Além disso, o leite materno é o melhor alimento que o bebê pode receber. Para isso é importante que a família e os profissionais de saúde apoiem essa mulher”.

Na UBS Jardim Bertioga, as crianças que recebem aleitamento materno exclusivo, passam por um acompanhamento da equipe de saúde. “Medimos peso, altura e esclarecemos todas as dúvidas que a família possa ter”, esclarece.

A gerente da UBS Marajó ressalta que ainda existem muitos mitos ligados à amamentação. “Qualquer mulher pode amamentar, não importa se tem seio grande ou pequeno, se é magra ou está acima do peso. Por isso, acreditamos que a informação correta é a melhor forma de incentivar as mães a amamentarem seus filhos e receberem o apoio da família para realizar este importante ato”, esclarece Lilian.

3

 

A gerente da UBS Vila Marajó dá algumas dicas às mamães que estão amamentando:

Beber mais de dois litros de água por dia;
Ter uma alimentação saudável, com frutas, legumes, verduras e carnes magras;
Higienizar a mama com água e sabão durante o banho;
Usar sutiãs próprios para amamentação;
Posicionar o bebê para a pega adequada (O bebê abre bem a boca, abocanha toda a aréola, o queixo encosta no peito, a criança suga e engole de forma natural);
Limpar a gengiva e/ou dente do bebê após a mamada com gaze e água filtrada;
Ter o apoio da equipe de saúde e dos familiares.

Em casos de fissuras, como agir?
Ao apresentar qualquer dúvida ou dificuldade procurar a equipe da Unidade Básica de Saúde;
Hidratar o seio com pomadas à base de lanolina;
Tomar banho de luz das 9 às 10 horas ou das 15 às 16 horas;
Aprender formas diferentes de pega, para evitar fissuras ou permitir sua cicatrização;
Buscar apoio psicológico com familiares e profissionais de saúde.

Mães aprovam a iniciativa

4
Vanessa Ferreira Saltori, moradora do Jardim Bertioga, mãe do pequeno Daniel, de apenas 26 dias, aprovou a criação da Sala de Amamentação. “Aqui eu tiro muitas dúvidas, meu filho é acompanhado de perto pela equipe, me sinto acolhida neste espaço. A amamentação é o nosso momento, amor puro”, resume a mamãe.

Para Flavia Montanheri Chaves, também paciente da UBS Bertioga e mãe da Manuela, de 14 dias, a descoberta do espaço foi surpreendente. “Já tinha vista a sala, mas não sabia que era aberto para as mães. Fiquei muito surpresa com a estrutura e cuidados que recebemos aqui”. “Mesmo sendo o meu terceiro filho, eu tinha algumas dúvidas. Cada criança é única e sempre descobrimos novas coisas”, diz.

Já Jamile Amaral Torres, paciente da UBS Vila Marajó e mãe do Enzo Gabriel, de 2 meses, é uma grande incentivadora da amamentação. “É um momento único, de extremo amor. Meu filho tem se desenvolvido muito bem apenas com o aleitamento materno, o que me deixa muito orgulhosa. Só tenho a agradecer a equipe da UBS que sempre tira minhas dúvidas e está pronta para ajudar”.

5

Kalita Hess Raolin, mãe da pequena Lorena, também de dois meses, conheceu recentemente a sala de amamentação da UBS Marajó. “Fiquei muito feliz em ter um espaço reservado e tranquilo para amamentar minha filha. Amamentar nem sempre é fácil, principalmente no começo, mas sei o quanto é importante para a saúde e bem estar dela”, explica a mãe.

 
Fonte: Assessoria de Imprensa de Várzea Paulista
Fotos: Assessoria de Imprensa de Várzea Paulista

Leia também

Este sábado tem ‘Dia D’ com mutirão de exames em Campo Limpo Paulista

Ação acontece das 8 às 15h nas UBS do município e faz parte da campanha …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com